sexta-feira, 23 de julho de 2010

Períodos Literários : Barroco


Depois de um tempo sem postar eu resolvi voltar com o blog e o tema de

Reestréia vai ser " Períodos Literários"

Vou falar do BARROCO.

Os períodos literários se dão a partir de eventos, acontecimentos transformações no mundo que afetam diretamente a literatura, fazendo com que haja mudanças não só no comportamento da sociedade em si mas também na forma dos poetas de ver o mundo. Por se tratar de se expressar os poetas começam a revelar a nova forma do mundo através da literatura.

O Barroco iniciou-se em 1580 no ano marcado pela morte do poeta Luís de Camões. O marco inicial foi em Portugal. No Brasil iniciou-se em 1601 com a publicação de um pequeno poema épico chamado 'Prosopopéia', de Bento Teixeira. O poeta responsável pela primeira publicação do tema Barroco no Brasil era português, porém vivia no Brasil.
O Barro confrontava-se com o Classicismo, que eram obras exatas e harmoniosas. O Barroco trouxe então a desproporção, os extremos e a irregularidade sendo oposto as formas Clássicas. Por muito tempo o Barroco foi sinônimo de mal gosto devido ao excesso de figuras de linguagem e detalhes nas pinturas.
O Barroco foi resultante da tensão entre valores materiais acentuados pela cultura renascentista e s valores espirituais da contra-reforma. A "disputa" entre a religiosidade e a razão da época levaram ao período que foi chamado de Barroco.

Características:

O Barroco expressa-se essencialmente pela dualidade: Teocentrismo* e Antropocentrismo * (* Teoria de que Deus é o centro do Universo/ * Humanidade é o Centro do Universo, sendo o homem o centro do entendimento da Humanidade, assim respectivamente).
A contradição e oposição que era o Renascimento a religiosidade da época levou a hesitação dos indivíduos da época em fazer opções.
As teorias eram opostas, o desejo de salvar a alma para vida eterna e o de aproveitar os bens materiais formou um conflito na sociedade onde traspareceu em formas artística nesse período.

Nas obras artísticas, principalmente nas pinturas acentua o contraste entre luz e sombra e claro e escuro. Iluminam-se as figuras contra um fundo sombrio. A dualidade era marcante.
O desequilíbrio também é um das principais característica, criando formas irregulares. Surgem então colunas assimétricas e estruturas arredondadas. A arte sacra decora o interior das igrejas. Materias como ouro, mármore e madeira compõem os detalhes das peças.

OBS: Neste período veremos tantos obras literários quanto artísticas com um fundo muito religioso, haverá uma enfatização para a religiosidade e este será o tema principal das obras em geral.

Formas e Temas Literários:


A formas literárias permanecem nesse período. destaca-se a forma em prosa ( prosa doutrinária ou religiosa) em forma de sermões.
As figuras de linguagem adquirem uma importância extraordinária devido a grande manifestação de dualidade, desequilíbrio, irregularidade e exagero. A grande presença de figuras de linguagem tornam poemas, textos, prosas de difícil entendimento.
Entre as figuras mais usadas destacamos a inversão, a antítese e o paradoxo.
Os poetas dessa época são extremamente elaborados, com raciocínios longos e encadeamento de ideias, dificultando a compreensão dos poemas.
O texto barroco e divido em duas tendências: O Cultismo e Conceptismo, que não se separam.


Para finalizar, Soneto de Gregório de Matos:

O todo sem a parte não é todo;
A parte sem o todo não é parte;
Mas se a parte faz o todo, sendo parte;
Não se diga que é parte, sendo o todo.
Em todo o Sacramento está Deus todo,

E todo assistente inteiro em qualquer parte,

E feito em partes todo em toda parte,
Em qualquer parte sempre fica o todo.

Podemos observar contradição, figuras de linguagem e muita religiosidade. Um soneto de difícil entendimento.



13 comentários:

  1. Essa porra é uma merda!! caralho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. né vei, que merda essa porra!!!

      Excluir
    2. É merdaaa pra quem nao ta interessadoo em nada...

      Excluir
  2. Gostei muito do trabalho feito para resumir os períodos literários, bastante resumido e completo. Parabéns! Me ajudou muito!

    ResponderExcluir
  3. o barroco é sensacional

    ResponderExcluir
  4. q bosta, ta tudo errado vai toma no cú
    eu adoro dar meu cúzinho me chupem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ixii ...Se ta achandoo que ta erradoo porque nao faz melhor?
      Vai criticar outroo...E outra coisa,ninguem é obrigadoo a entrar nesse sitee e ver essa pouca vergonha que vc escreveu aquii...Tem certas coisas que vc tem q guardar pra vc nao ficar poluindoo o site cm essas merdass...

      Excluir
  5. Gentee aqui não é site para falar bostas não...Isso aqui é UM site para ajudar quem precisa...Se vcs não gostaram ficam na sua porque se não ajuda vcs ajuda muitas pessoas...

    Muitoo obrigada pela atenção...

    Obs:Isso serve pra quem fala besteiras do sitee...

    ResponderExcluir
  6. mais em que ano terminou o barroco??

    ResponderExcluir
  7. quemquer me comer????????????????

    ResponderExcluir
  8. Pensei que um soneto fosse 2 quartetos e 2 tercetos...

    ResponderExcluir
  9. mas que porra,num da pra entender nada do que tá escrito nesse site.

    ResponderExcluir

Obrigado pelas críticas e comentários.